Faixa publicitária
Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2017

Reconciliação – É o amor de Cristo que nos impele

(cf. 2 Coríntios5,14-20)

Alemanha: A terra da Reforma Luterana

Em 1517 Martinho Lutero expressou preocupações sobre o que ele via como abusos na Igreja de seu tempo, tornando públicas suas 95 teses. Em 2017 temos o 500º aniversário desse evento chave dos movimentos de reforma que marcaram a vida da Igreja ocidental por vários séculos. Esse evento tem sido tema de controvérsia na história das relações intereclesiais na Alemanha, e não menos nestes últimos anos. A Igreja Evangélica na Alemanha (EKD) tem estado a preparar-se para esse aniversário desde 2008, focalizando a cada ano um aspecto particular da Reforma, como, por exemplo: a Reforma e a Política ou a Reforma e a Educação. A EKD também convidou seus parceiros ecuménicos a vários níveis para ajudar a comemorar os eventos de 1517.

Depois de extensas, e às vezes difíceis, discussões, as Igrejas na Alemanha concordaram que o caminho para comemorar ecumenicamente essa Reforma deveria ser uma Christusfest – uma Celebração de Cristo. Se a ênfase fosse colocada em Jesus Cristo e no seu trabalho de reconciliação como centro da fé cristã, então todos os parceiros ecuménicos da EKD (católicos romanos, ortodoxos, batistas, metodistas, menonitas e outros) poderiam participar das festividades desse aniversário.

Mais
 
Em homenagem e em gratidão ao Professor Doutor Daniel Serrão

Faleceu ontem, dia 8 de janeiro, o Professor Doutor Daniel dos Santos Pinto Serrão. Queremos dizer à Família, muito particularmente a sua Esposa, D. Maria do Rosário de Castro Quaresma Valladares Souto, aos seus Filhos e aos seus Netos a nossa gratidão por este grande Amigo e Médico insigne, que agora vemos partir ao encontro de Deus.

O Professor Daniel Serrão foi um homem de grandes causas, um cristão de assumidas convicções e um cidadão de corajoso compromisso humano, cultural e social, sempre pautado pelo serviço do bem comum.

O Prof. Doutor Daniel Serrão nasceu no dia 1 de março de 1928, em Vila Real. Viveu em Aveiro, Viana do Castelo e Coimbra, cidades onde estudou, nas várias etapas da vida académica, até se fixar no Porto, como médico e como professor, assumindo um reconhecido compromisso cívico, académico e cristão nas mais diversificadas vanguardas da missão.

Mais
 
Encontros de formação de música litúrgica

 

No passado mês de Julho de 2016, o Secretariado Diocesano de Liturgia fez saber, através dos meios de comunicação da Diocese, da sua vontade e intenção de reativar o Serviço Diocesano de Música Litúrgica, por tudo o que este foi, semeou  e representou na Diocese e por tudo o que terá que ser e representar na Diocese de hoje e amanhã que quer cantar os louvores de Deus com arte e com alma. Para tal, promoveu a realização de quatro encontros, distribuídos pelas quatro regiões pastorais da Diocese, no sentido de auscultar as preocupações, inquietações e anseios dos responsáveis dos coros: diretores, organistas, coordenadores.

Os encontros realizados permitiram ouvir cerca de duzentos responsáveis que nos deixaram muita e importante informação, partilharam dificuldades e expectativas e nos urgiram a passar à acção, indo ao encontro das carências e necessidades detectadas.

Mais
 
27ª JORNADA DIOCESANA DA PASTORAL FAMILIAR

Tornar familiar toda a pastoral

4 de fevereiro de 2017 - Casa Diocesana de Vilar

 

Toda a comunidade diocesana está convidada e, de modo especial, todos os agentes da pastoral que incluem nas suas preocupações a Família, nas suas múltiplas facetas. Não nos cansemos de motivar e mobilizar todos a participar!

A Exortação Apostólica Amoris Laetitia convida-nos de modo insistente a viver e testemunhar o amor familiar e a fazer dele o motor da nossa forma de atuar, pessoalmente e em comunidade.

Nesta Jornada queremos oferecer a oportunidade de refletir sobre várias incidências da vida pastoral e familiar, procurando descobrir como ser Família em cada uma dessas circunstâncias e assim tornar familiar toda a pastoral.

Deste modo caminharemos um pouco mais para, com Maria, nos renovarmos nas fontes da alegria e assim fazermos da alegria do Evangelho a nossa missão, em comunhão fraterna e no exercício da diversidade dos carismas.

Mais
 
FORMAÇÃO DE ACÓLITOS: QUARESMA E PÁSCOA

O Serviço Diocesano de Acólitos (SDA) depois de ter realizado, com a presença de mais de 500 acólitos, uma primeira formação no passado dia 5 de Outubro, sobre o Advento e Natal, para as Regiões Pastorais do Grande Porto e Nascente, vai agora levar a cabo uma nova ação de formação.

Esta formação será sobre a QUARESMA E PÁSCOA e ocorrerá no sábado, 18 de Fevereiro, das 10 às 12h30 e destinando-se a todos os acólitos das Regiões Pastorais SUL e NORTE da nossa Diocese.

Para a Região Pastoral Sul será no Santuário de Santo António, Vale de Cambra; para a Região Pastoral Norte será na Igreja Paroquial da Trofa.

Apesar de não ter quaisquer custos, a inscrição é obrigatória e, preferencialmente, deve ser feita por grupo através desta hiperligação: http://bit.ly/formacao_acolitos_18fev2017. A data limite para as inscrições é o dia 11 de Fevereiro de 2017.

Estamos a contar com a presença e interesse de todos os acólitos. Queremos que todos os acólitos da diocese do Porto se unam e trabalhemos em conjunto para que possamos ser mais e melhor preparados.

O SDA divulga toda a sua atividade e publica alguns apontamentos formativos utilizando o facebook e está sempre contactável através do endereço de email ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ).


 
RETIRO PARA CATEQUISTAS: FEVEREIRO 2017

O Secretariado Diocesano da Educação Cristã propõe um retiro para catequistas com o tema:

«SER filho e discípulo, pela mão de Maria»

 

Mais
 
Fascículo 41 da Igreja Portucalense

Foi publicado o fascículo 41 da revista da diocese do Porto Igreja Portucalense, referente ao período de maio a agosto de 2016.

Em Da Sede de Pedro, a revista apresenta uma crónica da Santa Sé referente a esse período (Anunciar e testemunhar a tempo e fora de tempo o Evangelho da misericórdia e da paz, de José M. Pacheco Gonçalves), assim como alguns textos pontifícios selecionados para a ilustrarem.

Em Atos Episcopais reúnem-se 15 intervenções de D. António Francisco dos Santos, bispo do Porto, nomeadamente homilias e notas pastorais. Reune-se ainda um texto de D. Pio Alves por ocasião do 50º Dia Mundial das Comunicações Sociais e a homilia de D. António Taipa na celebração do seu Jubileu sacerdotal.

Em Conselho Pastoral Diocesano, dá-se conta da sessão do Conselho realizada no período do fascículo num texto intitulado Ir às fontes da alegria.

Publica-se também o Plano Diocesano de Pastoral 2016/2017.

Em Secretariados, o Secretariado Diocesano da Educação Cristã apresenta o programa 2016/2017 e os ecos das Jornadas 2016, e o Centro de Cultura Católica dá nota dos ciclos de formação aí ocorridos durante 2015/2016.

A secção Estudos traz a lume um artigo Considerando o ecumenismo com Maurice Zundel de Alexandre Freire Duarte.

Em Figuras e factos, noticia-se O Santo e Grande Sínodo da Igreja Ortodoxa, realizado de 18 a 27 de junho passado, e evoca-se, com um texto de Fernando Rosas Magalhães, Charles de Foucauld no centenário da sua morte.

Em Livros, Filipe de Sousa Vales recenseia o livro O Bom Papa João: Biografia de um Pontífice, de Giuseppe Alberigo (Paulinas, 2014) .

 
1.º Encontro dos Colégios da Diocese do Porto

Em resposta ao convite do Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, centenas de colaboradores dos três colégios da Diocese do Porto – Colégio de Amarante, Colégio de Ermesinde e Colégio de Gaia –, acompanhados pelos seus diretores, congregaram-se, no passado sábado, dia 7 de janeiro, na Sé do Porto para, em comunidade educativa, celebrarem a fé na festa litúrgica da Epifania do Senhor.

Na Eucaristia de Ação de Graças, o Bispo do Porto começou por manifestar a alegria, a confiança e a esperança que a Diocese Portucalense deposita nas três escolas diocesanas. Nas palavras que dirigiu, animado pelo espírito do Bem, do Belo e do Bom, foram várias as alusões à missão que a Escola Católica tem na educação e formação dos jovens, tendo sido pedido a todos que ensinassem os alunos a pensar, que os ajudassem a fazer o bem e os acompanhassem no crescimento interior, de acordo com a solicitação do Papa Francisco, advinda do Congresso Internacional das Escolas Católicas.

Finda a celebração, seguiu-se um almoço convívio onde, num ambiente de alegria, se partilharam experiências, vivências e sonhos para darem corpo a um projeto comum que passará por serem escolas diferentes que, atentas aos sinais dos tempos, vivam e proponham novos valores, preparando homens e mulheres para uma sociedade mais solidária.

Na despedida, D. António reiterou aos presentes os votos de um bom ano, extensíveis aos pais e alunos dos colégios diocesanos.

 

Consultar Arquivo

Mais Notícias


Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Diocese acolheu cinco novos sacerdotes e quatro diáconos

Vigararia Porto Nascente
2017-01-11 16:49:51
Capa
2016-12-21 16:10:49
Texto
2016-12-21 16:10:28
2016-12-21 15:58:33
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.