Faixa publicitária
D. Armindo Lopes Coelho PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


HOMILIA NA MISSA EXEQUIAL DO SENHOR D. ARMINDO LOPES COELHO

NOTA EPISCOPAL DE D. ANACLETO OLIVEIRA SOBRE O FALECIMENTO DE DOM ARMINDO LOPES COELHO

O Senhor acaba de chamar a Si Sua Excelência Reverendíssima Dom Armindo Lopes Coelho. A notícia do seu falecimento enche-nos, a todos nós, bispos e sacerdotes, consagrados e leigos da Diocese de Viana do Castelo, de um sentimento de saudade e, sobretudo, de gratidão.

Foram quinze anos de vida que o Senhor Dom Armindo dedicou a esta Diocese, como seu Pastor. Muito do que hoje somos, como seus antigos Diocesanos, a ele o devemos. Destaco particularmente a construção do Seminário do Beato Frei Bartolomeu dos Mártires que ele promoveu com tanto empenho e que tanto tem contribuído para a vitalidade da nossa Diocese.

Sabendo que tudo o que ele fez por nós e entre nós foi fruto da graça do Senhor, a quem ele totalmente consagrou a sua vida, convido todos os Diocesanos de Viana do Castelo a que o lembremos nas nossas orações e por Ele demos graças ao Deus cuja misericórdia é infinita.

Que Ele lhe conceda, em definitivo, aquela vida eterna que ele iniciou e pela qual tanto lutou, durante a vida terrena. E que cada um de nós saiba manter a mesma chama do amor que o animou e que, vindo de Deus, não conhece ocaso.

Viana do Castelo, 29 de Setembro de 2010

+ Anacleto Oliveira – Bispo de Viana do Castelo


D. Armindo Lopes Coelho nasceu a 16 de Fevereiro de 1931, em Regilde (Felgueiras), Distrito do Porto. Tendo entrado no Seminário em 1942. Concluiu o Curso de Teologia no Seminário do Porto em 1954, sendo Ordenado Sacerdote a 1 de Agosto desse mesmo ano. Frequentou a Universidade Gregoriana, em Roma, até 1959, tendo-se licenciado em Filosofia (1956) e em Teologia (1958).

Em 1959 foi nomeado Prefeito e Professor do Seminário do Porto, onde leccionou até 1974. Criado nesta data o Instituto de Ciências Humanas e Teológicas, passou a leccionar neste Instituto até 1979.

Em 1970 foi nomeado Vice-Reitor do Seminário Maior do Porto, com exercício pleno da Reitoria, e em 1975 foi nomeado Reitor, função que exerceu até 1979, data em que foi nomeado Bispo titular de Elvas e auxiliar do Porto. Recebeu a ordenação episcopal em 25 de Março das mãos de D. António Ferreira Gomes, então Bispo do Porto.

Foi ainda professor do Liceu Normal de D. Manuel II (Rodrigues de Freitas), do Instituto de Serviço Social do Porto e do Centro de Cultura Católica.

Assistente diocesano da JUC (Juventude Universitária Católica) de 1962 a 1965, foi também assistente da Pastoral Familiar nas Equipes de Nossa Senhora e na Escola de Pais Nacional, de que foi co-fundador em Portugal e membro do Conselho Pedagógico.

Em 1975 foi nomeado Vigário Episcopal para o Clero e Renovação do Ministério Eclesiástico, e em 1976 Pró-Vigário Geral da Diocese do Porto, após consulta do Prelado ao Clero. Desde 1971 até ser chamado ao Episcopado foi Cónego da Sé do Porto.

Em 27 de Setembro de 1982 foi nomeado Bispo da Diocese de Viana do Castelo, tendo tomado posse em 8 de Dezembro de 1982.

Em 1991 foi encarregado de fazer a visita Apostólica aos Seminários da Província Bracarense, por parte da Congregação para os Seminários e Universidades.

Em 1997 desempenhou a mesma missão nos Seminários de Moçambique, por incumbência da Congregação para a Evangelização dos Povos.

Em 13 de Junho de 1997 foi nomeado Bispo do Porto, tendo tomado posse da Diocese em 29 de Julho. A resignação ao cargo foi aceite por Bento XVI a 22 de Fevereiro de 2007, data em que D. Manuel Clemente foi nomeado como novo Bispo do Porto.


Faleceu D. Armindo Lopes Coelho

Na Casa da Mão Poderosa e junto dos restos mortais do Senhor D. Armindo Lopes Coelho, Bispo Emérito do Porto, há pouco falecido, cumpro o dever de comunicar o doloroso facto à Diocese do Porto, bem como à de Viana do Castelo e a todas em geral.

O Senhor D. Armindo foi um fiel e generoso pastor da Igreja, com abnegada dedicação à causa do Evangelho em todos os importantes cargos que lhe foram confiados. A todos nos deixa um grande exemplo de serviço eclesial, que nos cabe agradecer e continuar.

Pedindo a Deus a feliz recompensa dos seus muitos méritos, informo que os seus restos mortais estarão na Sé do Porto a partir desta tarde, sendo celebrada Missa Exequial amanhã, Quinta-feira, às 16 horas.

+ Manuel Clemente, Bispo do Porto

29 de Setembro de 2010

 


 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Entrada Solene de D. Manuel Linda na Diocese do Porto

Agência Ecclesia

Brochura Caminhada
2018-11-14 16:53:38
Word - V5
2018-11-06 15:59:47
PDF - V4
2018-11-06 15:45:09
Semana dos Seminários
2018-10-22 15:26:09
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.