Faixa publicitária
UMA CASA PARA A ALEGRIA DO EVANGELHO - Caminhada Advento - Natal PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Documentos - “A ALEGRIA DO EVANGELHO É A NOSSA MISSÃO”

“Digo ao Senhor: «Vós sois o meu Senhor, sois o meu bem…Ensinar-me-eis o caminho da vida; na vossa presença gozamos a plenitude da Alegria” (Salmo 16, 2-11)

 

Saúdo-vos, amados diocesanos, com as palavras do salmo 16 para que sintamos a presença de Deus no coração da nossa vida, no aconchego das nossas casas e no dinamismo da nossa missão. Convido-vos para a missão de levar a alegria do evangelho a cada casa e a cada família da nossa Diocese.

Iniciamos o ano pastoral 2014-2015 na Diocese do Porto, a 9 de setembro, na Sé, em dia solene da dedicação da Catedral. Alguns dias depois, a 15 de setembro, alegrámo-nos ao celebrar 150 anos do Seminário Maior de Nossa Senhora da Conceição. Um mês depois, de 17 a 19 de outubro, congregávamo-nos em Colóquio Internacional e em Celebração jubilar da Eucaristia também a partir do Seminário e da Sé para celebrarmos 900 anos da restauração da Diocese e da construção do Cabido Portucalense.

Num e noutro lugar anunciei o desejo pastoral de irmos irradiando por todas as comunidades cristãs, movimentos apostólicos, instâncias de corresponsabilidade pastoral e serviços diocesanos esta consciência de sermos uma só Igreja Diocesana, unida e em comunhão de pessoas, de famílias, de ministérios, de dons e de serviços.

 

Anima-nos neste desejo a firme convicção de que por este caminho passa o sonho de Deus para a nossa Diocese e aqui se encontra a alegria do evangelho de que queremos fazer nossa missão.

Apresentei à Diocese o lema para este ano pastoral: “A alegria do evangelho é a nossa missão”, que queremos motivador das pessoas, mobilizador das comunidades e unificador de tantas e tão belas iniciativas, a inspirar caminhos, propor objetivos, indicar estratégias e desenhar atividades de ação pastoral dirigidas a toda a Diocese.

Temos presente que este ano pastoral se desenvolve entre dois momentos marcantes do Sínodo extraordinário e ordinário sobre “os desafios pastorais da Família no contexto da evangelização”.

É neste sentido de programação pastoral para este ano e neste horizonte de missão, sem perturbar nada de quanto ao nível das paróquias, das vigararias ou dos serviços diocesanos e movimentos apostólicos já estava planeado ou decidido, que venho apresentar a Caminhada de Advento – Natal, sob o lema: “Uma Casa para a alegria do Evangelho”.

Inscreve-se esta Caminhada no mesmo espírito que deve inspirar o rumo e afirmar os objetivos do Ano pastoral em curso. Preside a esta iniciativa o desejo de que seja uma oportunidade de nos centrarmos na vivência do Advento e do Natal como momentos maiores de levarmos às famílias a “alegria do evangelho”.

Queremos viver o tempo novo do Advento - Natal 2014/2015 impregnado do dinamismo, do encanto e da alegria do evangelho. Desejamos rezar, refletir e agir em Igreja diocesana, inseridos e interventivos nas paróquias e nas vigararias da nossa Diocese. Temos, cada um de nós e cada uma das nossas famílias, um lugar próprio e um desafio novo ao assumirmos a alegria do evangelho como missão.

Preparada pelo Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar, a quem agradeço desde já toda a disponibilidade desde logo manifestada ao acolher o meu convite e todo o entusiasmo ao compreender o propósito de elaborarmos uma única Caminhada para  a Diocese, assumida por igual por todas as Paróquias, Vigararias, Secretariados Diocesanos e Movimentos Apostólicos.

Trata-se de uma Caminhada a que está subjacente esta intenção de estender a cada família no seu todo e a cada comunidade, entendida como família de famílias, este imperativo mobilizador que nos convoca para a missão. Queremos ser como família e como comunidade: “Casa” aberta, disponível e acolhedora da “alegria do Evangelho”.

É mais um passo que damos neste caminho e um degrau que subimos nesta escalada de compromisso de criarmos uma consciência diocesana em que uma proposta pastoral por mais simples que seja possa ser acolhida e experienciada por cada um de nós, pelas nossas famílias e pelas comunidades cristãs.

Esta Caminhada destina-se a todos, desde a catequese das crianças, à animação dos grupos de jovens, à celebração dos mistérios da fé e dos sacramentos, à formação cristã dos adultos e à afirmação do serviço da caridade junto dos doentes, dos que vivem ausentes ou distantes da Igreja e daqueles que passam por momentos de dor ou de provação.

Ao apresentarmos o que a todos nos uniu na elaboração desta proposta estou certo de que a todos unirá também na sua realização, nas famílias e nas comunidades paroquiais.

O Advento e o Natal são um mesmo tempo litúrgico, forte na tradição da Igreja e pleno de sentido, desde logo pelas propostas litúrgicas que lhe estão associadas. Não é possível elaborar itinerários que não partam do mistério, que somos convidados a celebrar – a Encarnação do Verbo – e que não se desenvolvam a partir do sentido da Palavra de Deus, que somos convidados a rezar e a integrar na vida.

De toda a Palavra de Deus importa sublinhar aquela que escutamos na Eucaristia: porque o centro da vida dos cristãos é a Eucaristia e assim o deve ser também o centro da vida das nossas famílias e das nossas comunidades.

Servem-nos igualmente de guia ao longo desta Caminhada Advento – Natal os objetivos propostos pelo Papa Francisco na Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium”, verdadeiro texto programático para o seu ministério e texto paradigmático para a missão da Igreja.

Em todos os momentos da vida da Igreja sentimos por perto a presença terna e materna de Maria. Em comunhão com o Papa Francisco que Lhe confiou a Igreja e o seu ministério desde o primeiro dia, quero confiar a Maria, a Senhora do Advento e do Natal, o caminho de ação, de missão e de renovação pastoral para a nossa Diocese.

 

Porto, 6 de novembro, festa de S. Nuno, de 2014

António, Bispo do Porto

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

D. António Francisco dos Santos fala sobre o padre Joaquim Cunha, sacerdote mais idoso de Portugal

Missa
2017-06-14 15:57:08
Terço
2017-06-14 15:56:37
Programa e Ficha de inscrição.
2017-06-02 09:34:51
Ficha de inscrição.
2017-06-02 09:34:11
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.