Faixa publicitária
Pastoral Familiar reuniu-se em Conselho Diocesano PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Notícias - Notícias Secretariados

Na manhã de sábado dia 23 de setembro teve lugar na Casa de Vilar o Conselho Diocesano da Pastoral Familiar. Um momento de balanço e de início oficial das atividades após as férias, que reuniu mais de 80 pessoas representantes das equipas vicariais e paroquiais. Esta magna reunião das estruturas da pastoral familiar da diocese foi presidida por D. Pio Alves, bispo-auxiliar do Porto, pelo diretor do secretariado Ângelo Soares e pelo assistente espiritual padre Emanuel Brandão de Sousa.

Durante a oração inicial, D. Pio Alves propôs uma reflexão partindo da leitura da Primeira Epistola do Apóstolo São Paulo aos Coríntios. Recordando cada uma das palavras do texto sagrado, D. Pio Alves sublinhou a importância de “saber falar” e “saber calar” em família. Ou seja, o valor de saber ouvir e de saber transmitir aquilo que se pensa em sereno diálogo. Estimulando os presentes a não desanimarem perante as dificuldades, o bispo-auxiliar do Porto alertou os presentes para a importância de saberem conciliar os compromissos eclesiais com a vida familiar. Neste Conselho Diocesano destaque especial para os testemunhos de balanço divididos pelos âmbitos paroquial, vicarial e de um movimento eclesial.

A Paróquia de Matosinhos foi a escolhida para apresentar a sua experiência de pastoral familiar através do casal Graça e João e do Diácono Daniel Basto. Destaque para a atividade desenvolvida na preparação para o batismo e, em particular, para a catequese que se desenvolve em âmbito familiar articulando entre catequese para pais e para filhos.

A Vigararia de Lousada apresentou a sua experiência através do testemunho do padre José Mota e do leigo Jorge Peixoto que referiram as dificuldades iniciais sentidas aquando da constituição da equipa vicarial. No entanto, com perseverança e muito esforço, conseguiram em alguns anos reunir no primeiro Dia Vicarial da Família cerca de 600 casais.

A Matilde e o Fernando foram o casal que apresentou o testemunho do âmbito dos movimentos. Animado pela proposta de espiritualidade do Movimento Oásis, o casal Matilde e Fernando destacou o carisma deste movimento marcado pelo “sim: uma palavra que transforma a vida”. Um testemunho que revelou um “caminho de serviço” que não pretende retirar os casais às suas paróquias mas, pelo contrário, formar para o serviço na paróquia.

Finalmente, o diretor do secretariado da pastoral familiar, Ângelo Soares, fez um balanço muito positivo das atividades do ano 2016/2017 destacando o Dia Diocesano da Família que teve o segundo maior número de casais dos vários anos em que se organiza esta iniciativa. Apresentando também o plano de ação para o ano 2017/2018, Ângelo Soares destacou os projetos Comunidades de Vizinhos e Rede de Acolhimento Familiar como propostas a desenvolver em paralelo com a formação dos agentes de pastoral familiar e a criação de novas equipas vicariais e paroquiais.

No final do encontro D. Pio Alves sublinhou quatro desafios para a reflexão e a ação da pastoral familiar no futuro: a catequese familiar; o acompanhamento do luto, as comunidades de vizinhos e a rede de acolhimento familiar, tão desejada por D. António Francisco dos Santos.

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Missa da Peregrinação diocesana do Porto de 9 de Setembro 2017

Angelus TV

D. António Maria Bessa Taipa em entrevista à Voz Portucalense
2017-10-11 16:12:03
Powerpoint + PDF
2017-10-09 11:26:12
Recursos gráficos
2017-09-19 13:45:08
Formato ICS (Google, Outlook, iCal, ...)
2017-08-21 15:07:09
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.