Faixa publicitária
Ordenação Presbiteral e Diaconal a 8 de dezembro na Igreja de S. Lourenço PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Notícias - Notícias

No próximo sábado dia 8 de dezembro, Solenidade da Imaculada Conceição, Padroeira do Seminário Maior do Porto, o Senhor D. Manuel Linda ordenará um presbítero e quatro diáconos na Igreja de S. Lourenço (Grilos).


É um dia de festa para os seminários diocesanos e religiosos. Dois alunos, o Tiago Santos de Chave – Arouca e o Micael Silva de São Martinho de Recezinhos – Penafiel, frequentaram o nosso pré-seminário, bem como o seminário menor e o seminário maior. O Diácono João Pedro Ribeiro de Santo Tirso, fez o acompanhamento vocacional em ordem ao seminário maior e depois de um tempo como candidato e ingressou no Seminário da Sé.

Outros dois alunos que serão ordenados no diaconado pertencem a congregações religiosas: claretianos e consolata. Têm, certamente, o seu trajeto vocacional e formativo mais complexo, como complexa é a vida religiosa hoje em dia. A escassez de vocação autóctones tem levado muitas famílias religiosas a acolher e formar pessoas que vêm de outras latitudes, ambientes culturais e eclesiais distintos. O que realmente se configura como um desafio e uma oportunidade para experimentar e pôr à prova a universalidade da Igreja.

Recordo, por estes dias, o que disse aos reitores dos seminários maiores de todo o mundo, em audiência privada, o Santo Padre, Papa Francisco, em outubro de 2017, aquando do congresso de estudo da nova Ratio: o acompanhamento da vocação assemelha-se ao trabalho do oleiro que vai moldando pacientemente o barro até ele adquirir a forma de arte que servirá a alguém. O trabalho das estruturas de acompanhamento vocacional e formação sacerdotal é um trabalho paciente, demorado e delicado. Os frutos que agora a Igreja vai colher, com estes ordinandos, ainda não estão completamente maduros. Só o crivo do serviço ministerial os apurará e tornará aptos para a doação plena e total.

Por isso a nova Ratio insiste na ligação íntima entre formação inicial e formação contínua. Os seminários consolidarão o seu ambiente formativo se aqueles que aqui foram formados aqui tornarem com frequência para partilharem as alegrias e as esperanças do início do ministério. O dia das ordenações é um momento litúrgico de altíssimo significado espiritual e eclesiológico, pois permite a comunhão do bispo com o seu presbitério que apresenta nessa celebração uma dimensão de fertilidade abundante.

O rito da ordenação atinge o seu ponto culminante com a oração de ordenação invocando sobre os ordinandos a acção do Espírito Santo. A santidade dos ministros não se esgota na perfeição humana e intelectual dos mesmos. A santidade dos sacerdotes verifi case na comunhão do sangue de Cristo, que eles devem saber dar, por sua vez, inteira e livremente em obediência ao bispo que os ordena ou aos seus legítimos superiores. Sabiamente afirmava São Bento que quem obedece a um superior obedece ao próprio Deus. Não há engano no exercício da obediência, porque Deus quer o melhor para cada um dos que chama e envia.

Cónego José Alfredo, Reitor do Seminário Maior do Porto


 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Entrada Solene de D. Manuel Linda na Diocese do Porto

Agência Ecclesia

Brochura Caminhada
2018-11-14 16:53:38
Word - V5
2018-11-06 15:59:47
PDF - V4
2018-11-06 15:45:09
Semana dos Seminários
2018-10-22 15:26:09
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.