Faixa publicitária
Não basta dar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Documentos - Textos e Apresentações

Mensagem (9)

Os Apóstolos frequentaram um Seminário?

Parece que sim. E que Seminário! Não aprenderam grego nem latim e acabariam por ter de falar essas línguas; não cursaram filosofia nem história e tiveram de se confrontar com sábios e pensadores; não se matricularam em matemática ou em química e, não obstante, fizeram muitas contas à vida e experimentaram o que é o poder de um coração trabalhado pelo Espírito.

Onde se distinguiram foi na educação física e nas atividades de complemento educativo: as frequentes caminhadas com o Mestre e as condições de vida muito austeras geraram-lhes um forte sentido de grupo, de companheirismo, e um entusiasmo a toda a prova. Apenas um não aprendeu a matéria.

Nesse Seminário, percorreram a «carreira» normal. Tudo começou na admissão. Para que ninguém fosse levado ao engano, o Diretor esclareceu logo: “Olhai que as raposas têm tocas. Mas eu, nem sequer tenho uma pedra para reclinar a cabeça”.

Mais tarde, aí por alturas de começarem a receber os Ministérios, um dos alunos, perguntou qual a recompensa a esperar de tanta privação. E obteve a resposta: “Vós que deixastes tudo e me seguistes, recebereis cem vezes mais… perseguições”.

Foi a primeira de muitas tesouradas no seu autoconvencimento e no seu egoísmo. Assim, por exemplo, na admissão a ordens sacras, o Professor disse-lhes com toda a clareza: “Quem, de entre vós, quiser ser meu discípulo, faça-se servo de todos. É como o Filho do Homem que veio para servir e não para ser servido”.

 

Já no contexto da ordenação, o Mestre arrasou-os ao lavar-lhes os pés. Não imaginavam que isso fosse possível. Mas Ele insistiu: “Se vos lavei os pés, assim deveis fazer vós também”. E, a partir daquele momento, os alunos gravaram bem, na sua memória crente, que esse Seminário era uma escola de serviço.

Também hoje, creio que não há «carreira» que convença nem Seminário que entusiasme que não passe por este regresso às fontes: não basta um floreado de religião, mas é preciso que cada um aprenda a doar-se.

Nesta semana dos Seminários deveríamos pensar nisto. E educar para isto. Talvez aqui resida o segredo da pastoral vocacional.

***

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Entrada Solene de D. Manuel Linda na Diocese do Porto

Agência Ecclesia

Brochura Caminhada
2018-11-14 16:53:38
Word - V5
2018-11-06 15:59:47
PDF - V4
2018-11-06 15:45:09
Semana dos Seminários
2018-10-22 15:26:09
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.