POLITICA DE COOKIES
Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso.
COMPREENDO E ACEITO

D. António Taipa apresentou textos de reflexão na Recoleção do Clero


 

Parte 1 - ENCONTRO COM SACERDOTES SEMINÁRIO MAIOR 2020.12.03

"O que vou fazer, inspira-se no que o nosso Papa Francisco nos vem dizendo:

  • Este tempo de pandemia, entende-o como uma interpelação a uma "vida nova". Repete-o ele em muitas das suas intervenções
  • Única fonte desta "vida nova" é a Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo: São +palavras dele: "Convido todo o cristão em qualquer lugar e situação que se encontre, a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão de se deixar encontrar por Ele, de o procurar dia a dia, sem cessar". Ex. Ap. Evangelii Gaudium, n2 3"

Ler mais >>>

 

Parte 2 - A ÚNICA FONTE DA "VIDA NOVA" A QUE SOU CHAMADO JESUS CRUCIFICADO  - Rm6,4

Introdução

Foi esta circunstância que vamos vivendo - a pandemia - e que tentei "ler" no primeiro encontro - que me conduziu a este "tema", que aliás me parece muito bem condensado nesta antífona dum salmo, penso que de Vésperas.

"Só existe uma árvore da qual jorra a vida. Jesus Crucificado" Aqui ficamos colocados entre a simbologia da árvore e da cruz, entre "o paraíso perdido" do Génesis Gn3,23) e o "paraíso encontrado" para que nos aponta o Apocalipse (Ap 22, 2). No centro deste percurso, e como que seu eixo, está Jesus no seu Mistério Pascal.

Ler mais >>>