POLITICA DE COOKIES
Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso.
COMPREENDO E ACEITO

Jornada Mundial da Juventude adiada para 2023


O Vaticano anunciou nesta segunda-feira, dia 20 de abril, que a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai decorrer em Lisboa foi adiada para agosto de 2023, por causa da crise provocada pela pandemia de Covid-19.

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, justifica a decisão com a “atual situação sanitária e as suas consequências sobre a deslocação e a aglomeração de jovens e famílias”.

A decisão foi tomada pelo Papa com o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé), abrangendo ainda o adiamento da Jornada Mundial da Família, que vai decorrer em Roma, agora para junho de 2022.

Em comunicado enviado à Agência Ecclesia, o Comité Organizador Local (COL) da JMJ de Lisboa justifica a mudança com “as atuais circunstâncias de saúde pública, as consequências económicas que daí advêm e, sobretudo, a necessidade de concentrar esforços e recursos no apoio aos mais fragilizados”.

O COL sublinha que acolhe esta decisão “com naturalidade e confiança, partilhando com o Santo Padre o apelo a que, no atual contexto e nos próximos tempos, o foco da atenção de todos esteja no cuidado dos mais vulneráveis, das famílias e de todos os que, pelos mais diversos motivos, sofrem com os efeitos da pandemia causada pela Covid-19”.

“O COL e as equipas de trabalho já constituídas estão entusiasmados com a perspetiva de preparar da melhor forma a JMJ em Portugal, na certeza de que o evento trará à capital portuguesa a esperança e a alegria dos jovens de todo o mundo”, acrescenta a nota oficial dos responsáveis católicos.

(inf: Agência Ecclesia)