POLITICA DE COOKIES
Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso.
COMPREENDO E ACEITO

Jornal da Diocese do Porto nasceu há cem anos


A Diocese do Porto tem um jornal diocesano há cem anos, primeiro com o nome de «A Voz do Pastor» e depois com título, que se mantém, «Voz Portucalense».

Com a data de 13 de fevereiro de 1921 publicava-se o primeiro número do Semanário da Diocese do Porto com o título «A Voz do Pastor» que manteve-se até dezembro de 1969, sendo depois, com data de 3 de janeiro de 1970, continuado com o título de «Voz Portucalense».

“Somos por isso sucessores de um jornal centenário”, escreveu o padre Manuel Correia Fernandes, diretor do semanário «Voz Portucalense».

O título «A Voz do Pastor» permaneceu ao longo de quase 49 anos, como semanário da Diocese do Porto, com sucessivas direções.

O regresso do exílio de D. António Ferreira Gomes, ocorrido em julho de 1969, conduziu “à reformulação do semanário diocesano, tanto no seu título, como enquanto modelo informativo e formativo, segundo conceitos mais atuais de jornalismo e de temática pastoral”, lê-se

O projeto do Bispo do Porto para a renovação do semanário diocesano estava expresso nas suas palavras fundadoras: “Semanário diocesano, somos uma instituição; respondemos pelo nosso passado, assumimos a nossa herança, méritos e deméritos… Queremos ser a voz autêntica da Igreja portucalense, a voz desta Igreja pós-conciliar, Igreja em diálogo…, Igreja “sacramento do diálogo”…, a Voz da Igreja do Porto, da sua tradição e do seu futuro”.

No lançamento, esta segunda-feira, da Mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, Isabel Figueiredo, diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais anunciou que o jornal da Diocese do Porto – inicialmente Voz do Pastor, hoje Voz Portucalense – que completa o seu 100.º aniversário, em 2021, vai receber a título honorifico o Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão.

LFS