POLITICA DE COOKIES
Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso.
COMPREENDO E ACEITO

Vaticano anuncia que Papa vai presidir a celebrações com participação «muito limitada», nos próximos meses


Cidade do Vaticano, 28 out 2020 (Ecclesia) – O Vaticano anunciou hoje, em comunicado enviado aos jornalistas, que o Papa vai presidir a celebrações com participação “muito limitada”, ao longo dos próximos meses, na Basílica de São Pedro.

A nota precisa que as celebrações litúrgicas vão ser limitadas à presença de “fiéis individuais”, seguindo a prática assumida desde o reinício das celebrações comunitárias, em maio, após dois meses de confinamento provocados pela pandemia de Covid-19.

O texto, enviado à Agência ECCLESIA, destaca que as Missas vão decorrer com “respeito pelas medidas de proteção previstas, salvo alterações provocadas pela situação sanitária”.

A primeira celebração está marcada para 2 de novembro, comemoração litúrgica de todos os Fiéis Defuntos, quando o Papa vai presidir à Missa de “forma estritamente privada, sem a participação de fiéis”, no Cemitério ou Campo Santo Teutónico, localizado dentro da Cidade do Estado do Vaticano, a partir das 16h00 (menos uma em Lisboa).

No final da Eucaristia, Francisco vai dirigir-se às Grutas na Basílica de São Pedro para rezar em memória dos pontífices falecidos.

A 5 de novembro, pelas 11h00 de Roma, o Papa vai presidir à Missa anual pelos cardeais e bispos falecidos nos últimos 12 meses, com a referida participação limitada de assembleia.

OC

 


Foto: Lusa/EPA (Celebração do Pentecostes, 31 de maio de 2020)